Skip to main content
UFF - Universidade Federal Fluminense

Seminário de Acessibilidade Cultural

De 14/08/2019 a 18/08/2019

 

O Centro de Artes UFF realiza o primeiro Seminário de Acessibilidade Cultural de 14 a 18 de agosto, evento que marca o processo de implementação gradativa de recursos de acessibilidade cultural na programação em seus espaços.

O encontro propõe-se a reflexões na temática da acessibilidade cultural a partir de experiências e relatos, pesquisas e projetos experimentais, de e com pessoas com deficiência, e iniciativas individuais e institucionais em prol da cultura acessível. Objetiva ainda fomentar intercâmbios dentro e fora da comunidade acadêmica da UFF e a criação de rede de acessibilidade visando à construção de futuras ações conjuntas que venham a fortalecer o movimento do direito à acessibilidade cultural a públicos diversos.

Serão disponibilizados recursos assistivos: (1) intérpretes de LIBRAS; (2) programa em Braille, com fonte ampliada e alto contraste; (3) QR Code (com audiotextos) nas exposições da Galeria de Artes UFF "Desenho-Caminho" e “Agarrar-se a pedras afiadas” (com algumas peças táteis) e Espaço UFF de Fotografia “Cartografias: outros olhares”.

INSCRIÇÕES GRATUITAS ABAIXO:

INSCREVA-SE NO SEMINÁRIO AQUI

 

INSCREVA-SE AQUI PARA O CINE ESCOLA

 

Exposição Cartografias: outros olhares 

Exposição de imagens fotografadas por alunos do CAEP Escola Especial Favo de Mel, em visita ao Forte de Copacabana, resultante do projeto de extensão e pesquisa Turismo, Hospitalidade e Inclusão” realizado pela Faculdade de Turismo e Hotelaria da Universidade Federal Fluminense (UFF), que visa a inclusão social de pessoas com deficiência intelectual em visitas a atrativos turísticos da região metropolitana do Rio de Janeiro.

de 7 de agosto a 8 de setembro no Espaço UFF de Fotografia

 

14 de AGOSTO - Quarta

9h - Teatro da UFF
Conferência: Acessibilidade em Espaços Culturais - comunicação, acessibilidade atitudinal e participação
com Viviane Panelli Sarraf  (Museus Acessíveis, SP).

10h30 - Teatro da UFF
Experiências em Acessibilidade no campo da Produção Cultural
Mediação: Leonardo Guelman (Superintendente do Centro de Artes UFF)
com Ingrid David (Gestão de Patrocínios – Baluarte Cultura), Graciela Pozzobon (Audiodescritora e Coordenadora de Acessibilidade), Renata Silencio (IFRJ - Bacharelado em Produção Cultural) e Ana Paula Campos (Museu Antonio Parreiras).

12h - Teatro da UFF
Poesia Surda
 com Bruno Ramos (poeta e ator)

14h - Teatro da UFF
Iniciativas e desafios em Acessibilidade Cultural nas Artes e Ciências
Mediação: Marianna Kutassy (Produtora Cultural e Especialista em Acessibilidade Cultural)
com Felipe Monteiro (Músico e Consultor em Audiodescrição), Silvana Rocco Ferreira (Dança, UFRJ), Fagner Emerich (Produtor Cultural, Ator, Diretor e Autor) Érica Nogueira (Casa da Descoberta/Instituto de Física - UFF).

15h - Teatro da UFF
Diversidade e Direitos Culturais
Mediação: Renata Aglai (Fundação de Arte de Niterói)
com Patricia Dorneles (Coord. Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural - UFRJ) e Carolina Bassin (Advogada e Gestora Cultural)

16h - Teatro da UFF
Estratégias e práticas acessíveis em instituições culturais
Mediação: Marianna Kutassy (Produtora Cultural e Especialista em Acessibilidade Cultural)
com Hilda da Silva Gomes (Museu da Vida - Fiocruz), Thyago Corrêa (MAR – Museu de Arte do Rio), Many Pereira (Educativo OI Futuro) e Camila de Oliveira Andrade (Museu do Amanhã)

15 de AGOSTO - Quinta

9h - Teatro da UFF
Fala do Reitor

Prof. Dr. Antonio Claudio Lucas da Nóbrega
 

9h30 - Teatro da UFF
Acessibilidade em Pontos de Cultura
Mediação: Wallace de Deus Barbosa
com David Nascimento Bassous - Mestre Bujão  (din.down.down - Gingas Acessíveis), Ricardo Lopes Correia (Doutor em Ciências da Saúde) e José Renato Gomes da Costa (Liderança Comunitária do Quilombo do Grotão)

11h - Teatro da UFF
Acessibilidade e capacitismos
com Marcia Moraes (Professora Departamento dePsicologia - UFF), Alzira Maira Perestrello Brando (Professora do Instituto Benjamin Constant) e Camila Alves (doutoranda em Psicologia - UFF)

13h30 - Varanda Cultural
Projeto de Extensão – Formação cultural e Educação Inclusiva
Ampliando horizontes e diminuindo barreiras, formado por estudantes do Curso de Graduação em Pedagogia matriculados na disciplina de Educação Especial I, desenvolverá mediação inclusiva no acolhimento das escolas participantes do Cine Escola.

14h - Teatro da UFF
Gastronomia Acessível e Acessável:  comensalidade e cultura para todos
com Verônica de Andrade Mattoso (professora do Curso de Bacharelado em Gastronomia da UFRJ) e estudantes: João Carlos Casangel, Isabela de Jesus Guerra, Beatriz Carvalho Tavares e Victor Hugo Castro.

14h - Cine Arte UFF
Mostra FIFH - Cinema Sem Diferenças
Cine Escola
Sessão de curtas com Audiodescrição. Haverá intérpretes de LIBRAS na roda de conversa após a exibição.

Anna de Harriett MAIRE - 9’, Nova Zelândia 
O filme segue as ações e interações de Anna, uma jovem sobre o espectro do autismo, e o que acontece quando sua rotina é inesperadamente interrompida. Anna gosta de viver uma vida de rotina rigorosa e sua condição é facilitada por sua capacidade de controlar os pequenos detalhes de seu dia, o que lhe dá uma sensação de regularidade. Quando alguém involuntariamente se senta em seu assento no ônibus da manhã, seu dia gira fora de controle. Esta é uma história sobre como Anna lida com mudanças não planejadas em seu dia. 

"Vai, Just" (Just Go), de Pavel Gumennikov - 6' - Letônia
Just e Leva acabam de se encontrar, conversam afetuosamente, quando de repente a conversa é interrompida por dois ladrões. Inspirada na história real de um garoto que nunca desiste.

"Napoleão" (Napoléon), de Jules Thenier e Maxime Potherat, 2.33 min -França 
E se atrás de cada evento da Grande Historia, cada episodio da mitologia, esconde-se um personagem com deficiência, cujo papel fosse apagado deliberadamente?

Questão de ponto de vista (Ansichtssache) de Alexander Ullmann, 5' - Alemanha
Tamara entra no brechó de Netta, que se fascina por ela, pela forma como Tamara desliza suas mãos entre as roupas expostas.

O elefante e o homem cego (The elephant and the blind men) de Claudia Alves – 4'- Portugal e Índia 
Um grupo de cegos tateia um elefante para saber o que é. Cada um sente uma parte e as descrições não batem. É também  o que acontece quando um viajante europeu decide descobrir a Índia.

De ponta Cabeça (Downside Up) de Peter Ghesquiere – 15'- Bélgica
Num mundo onde todos são parecidos, Eric, um menino diferente, acaba de nascer. 

Conversa após a sessão entre a plateia e estudantes  do Cine Escola, o realizador francês Jules Thenier (de "Napoleon") e com Flavia Vargas (programadora do FIFH) 

16h30 -  Teatro da UFF
Construção dos caminhos da inclusão na UFF”
com Lucília Machado (Jornalista / Sensibiliza UFF), Carlos Alberto Lidízia Soares (Professor Turismo, Hospitalidade e Inclusão), Diana Negrão Cavalcanti (coordenadora do Curso de Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão),  Érica Leme (Educação UFF), Mariana Seabra (presidente da Comissão UFF Acessível) e Nathália Fonseca (presidente do CAAD - Coletivo de Alunos e Alunas com Deficiência da UFF).

 

16 de AGOSTO - Sexta

9h -  Sala Interartes | IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social
Acessibilidade nas 
produções audiovisuais
Mediação: Luana Dias (Coord. da Mostra FIFH - Cinema Sem Diferenças)
com Georgea Rodrigues (Diretora da Inclusive Acessibilidade Produção Cultural), Flavia Vargas (Curadora e programadora da Mostra FIFH - Cinema Sem Diferenças), Manoela Meyer (projeto Sentirgrafia), Cristiana Giustino (Gestora da Mostra FIFH - Cinema sem Diferenças e Produtora Cultural)  e Aparecida Leite (Professora de História e bacharel em Direito e consultora em Audiodescrição).

11h - Sala Interartes | IACS - Instituto de Arte e Comunicação Sociais
Master Class com Jules
Thenier
Diretor e cineasta francês  
Haverá tradução consecutiva francês/português e intérprete de Libras

16h - Galeria de Arte UFF
Encontro com Artistas: 
com Nathan Braga (artista da exposição “Agarrar-se a pedras afiadas”) e Marisa Florido (curadora); Fernanda Andrade (artista da exposição “Desenho-Caminho”)  e  Jéssica Siqueira Luiz (coordenadora do Projeto Turismo, Hospitalidade e Inclusão - UFF)

19h - Cine Arte UFF
Abertura oficial da Mostra FIFH - Cinema Sem Diferenças
Sessão com Audiodescrição - Haverá intérpretes de LIBRAS na roda de conversa após a exibição.

Exibição de filmes

Dois pés Esquerdos (Due Piedi Sinistri), de Isabella Salvetti - 6' - Itália 
Em um bairro de Roma, Mirkojoga futebol, enquanto Luana espera seu pai. Um garoto e uma garota parecidos e diferentes. 

Vaysha , a cega (Vaysha, L’aveugle), de Theodore Ushev - 7' - Canadá.
Vaysha não é uma menina como as outras, ela nasceu com um olho verde e um marrom. Seus olhos bicolores não são a única característica de seu olhar.

Ser o que se é de Marcela Lordy - 7'  - Brasil
A relação da mulher com o corpo através do tempo. Um curta livremente inspirado na carta da espanhola Jessica Goméz, que viralizou no verão europeu em 2016. 

Marche ou Crève de Margaux Bonhomme – 90' - França
Prêmio de Melhor Ficção do FIFH 2019, “Marche ou Crève” é baseado na história real da diretora, Margaux Bonhomme. Elisa quer viver o melhor verão de sua vida, curtindo a vida e o momento. Aos 17 anos, ele só conhece obrigações. Sua mãe sai de casa e deve ficar com o pai cuidando de sua irmã com deficiência. Tudo é distorcido e isso começará a oscilar entre o amor e o ódio, até que finalmente decida o que você realmente sente. 

20h - Teatro da UFF
Espetáculo - Ponto de Vista
Stand Up (comédia) com Jeffinho Farias
Direção: Alexandre Régis
Recomendação etária: 14 anos
Ingressos: R$40 (inteira) | $20 (estudantes, maiores de 60 anos, menores de 21 anos) | $15 (pessoas com deficiência)

17 de AGOSTO - Sábado

19h - Cine Arte UFF
Mostra FIFH - Cinema Sem Diferenças
Sessão de Curtas e Longas
Sessão com filmes LSE e Janela de Libras - Haverá intérpretes de LIBRAS na roda de conversa após a exibição. 

Solares, de Manoela Meyer, 6' - Brasil
O encontro da imaginação e sensibilidade de duas mulheres cegas que registram em fotografias seus interesses, sonhos e maneiras de se relacionar com o mundo. 

Diários de canal, de Felipe Kowalczuk – 76' - Brasil 
O documentário acompanha a travessia do paratleta Marcelo Collet no Canal da Mancha, considerado um dos trajetos mais desafiadores da natação. Collet se tornou atleta do Paratriathlon após um grave acidente em Salvador durante um treino do ciclismo, que o fez perder parte dos movimentos de uma das pernas. Apesar da tragédia, o jovem conseguiu impulsionar sua carreira no esporte, e hoje coleciona diversas conquistas.

Conversa com equipe do filme "Diários de Canal" e a diretora Manoela Meyer após a sessão

20h - Teatro da UFF
Espetáculo - Ponto de Vista
Stand Up (comédia) com Jeffinho Farias
Direção: Alexandre Régis
Recomendação etária: 14 anos
Ingressos: R$40 (inteira) | $20 (estudantes, maiores de 60 anos, menores de 21 anos) | $15 (pessoas com deficiência)

18 de AGOSTO - Domingo

19h - Cine Arte UFF
Mostra FIFH - Cinema Sem Diferenças
Sessão de Curtas e Longa
Sessão com Audiodescrição

Eduardo mãos fixas (Eduardo manos fijas), de Jim Sorribas Soler, 2017, 3', animação - Espanha
Uma estória de amor entre dois playmobils.

Blindly Dancing, de Fabio Palmieri, 2017, 8', documentário - Itália
Você não precisa de olhos para dançar. Um documentário que segue a história de Elena Travaini, e o método que ela inventou para nutrir sua forte paixão pela dança além dos limites, devido ao câncer de retina com o qual ela vive desde o nascimento e que a deixou quase cega.

Deixe-me amar (Laissez-moi aimer), de Stéphanie Pillonca, 2019, 52', documentário, Avant-première América do Sul - França
Prêmio de menção especial do júri no FIFH 2019, o documentário foi exibido no Festival de Cannes 2019, na Semaine du Cinéma Positif. Eles ensaiam, se enlaçam, se amam. Aurore, Pierre e Thomas têm deficiências diferentes. Estimulados por uma incrível energia de vida, eles vão se reapropriar de seus corpos através da dança integrada, guiada por jovens dançarinos talentosos.
No decorrer das coreografias, eles contam sua vida sentimental e seu cotidiano.  O amor superando tudo. Este filme documentário é focado nestes três amigos com deficiência, três destinos e a prática de dança. As coreografias de Cécile Martinez, coreógrafa e professora de dança, abrem suas mentes: eles também têm o direito de se desabrochar, dançar e amar.

19h - Teatro da UFF
Espetáculo - Ponto de Vista
Stand Up (comédia) com Jeffinho Farias
Direção: Alexandre Régis
Recomendação etária: 14 anos
Ingressos: R$40 (inteira) | $20 (estudantes, maiores de 60 anos, menores de 21 anos) | $15 (pessoas com deficiência)

ENDEREÇOS

IACS - Instituto de Arte e Comunicação Social
Sala InterArtes
Rua Lara Vilela, 126 - São Domingos

CENTRO DE ARTES UFF 
Teatro da UFF e Cine Arte UFF
Rua Miguel de Frias, 9 - Icaraí

 

14 a 18 de agosto de 2019
Quarta a domingo
Entrada Franca (exceto espetáculo de teatro Ponto de Vista)

VÍDEO

Sem vídeos no momento

Você também pode gostar...

Procure outras atrações

Notícias - Mediação em Arte e Cultura

0 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

WordPress Video Lightbox Plugin