Conteúdo Principal
UFF - Universidade Federal Fluminense
kuvars klinik dudak dolgusu ankara betgaranti pulibet kolaybet marsbahis sultanbet giriş supertotobetr.com betboo giriş betpasyeni.com en iyi casino siteleri vdcasino vdcasino giriş vdcasino sorunsuz giriş sultanbet casinoslot vdcasino yeni giriş gaziantep escort diyarbakır escort istanbul escort kayseri escort

Notícias

<< Voltar

Mediação e Projetos

UFF celebra o centenário de Paulo Freire com o 11° Interculturalidades: Primaverar, viver Freire

Libertar, Esperançar, Poetizar, Politizar, Compartilhar, Sonhar e Lutar. Essas são as palavras-geradoras que inspiram as celebrações do centenário do humanista, filósofo e educador Paulo Freire (1929-1997) na Universidade Federal Fluminense, durante o 11° Interculturalidades, com o tema “Primaverar, viver Freire”, de 21 a 30 de setembro de 2021.

Conferências, rodas de conversas, depoimentos, relatos de experiência, oficinas e apresentações artísticas visam homenagear o patrono da educação brasileira, com a presença de algumas pessoas que conviveram com Paulo Freire, mas sobretudo daqueles que vivem Freire e compartilham de seu “ensinar-aprender”, conceito fundamental para quem segue o legado do pensador brasileiro mais lido e estudado em todo o mundo.

O evento é construído e realizado graças a parcerias entre a Pró-reitoria de Graduação, a Pró-reitoria de Assuntos Estudantis, a Faculdade de Educação UFF, o Instituto de Educação de Angra dos Reis UFF e o Centro de Artes UFF, anfitrião do evento em suas redes sociais. No dia 19 de setembro, Freire completaria 100 anos, e a esta data se soma outra muito marcante para a instituição – 25 anos atrás, em fins de agosto de 1996, a UFF concedia a Paulo Freire o título de doutor honoris causa.

Para o reitor da UFF, Antonio Claudio da Nóbrega, celebrar o centenário de Paulo Freire e os 25 anos dessa condecoração é motivo de grande orgulho para a instituição. “O legado de Paulo Freire é de valor inestimável para o Brasil e para o mundo. Como pensador e patrono da Educação Brasileira, influenciou diferentes campos em que suas ações educativas revolucionaram áreas de saber e de vidas, confluindo para transformações pautadas na justiça social. A UFF é a instituição pública de ensino superior com o maior número de alunos ingressantes em todo o país, o que demonstra o engajamento e o desejo de cumprimento do nosso papel social”.

Em relação às expectativas para a décima primeira edição do Interculturalidades que realiza, o superintendente do Centro de Artes UFF, Leonardo Guelman, afirma que o “Primaverar, viver Freire” é mais do que um evento. “Num momento marcante de abatimento do país, construímos um experimento de ativação do mundo pela palavra, um espaço-experiência que nos motiva a ocupar nossos espaços de fala e ação na garantia de direitos fundamentais, na saúde, na educação e na cultura; o direito à rua, à cidade e ao amplo exercício da vida e da concidadania. A proposta é de um amplo diálogo crítico, que entrelace vozes num campo de experiências e testemunhos partilhados, em que falem corpos, sujeitos, vontades, narrativas de memórias de toda opressão e resistência, e princípios de amorosidade em respeito à diferença, como liga social, que supere a divisão e o ódio imobilizadores”.

ACESSE A PROGRAMAÇÃO DO EVENTO AQUI

WordPress Video Lightbox Plugin