PERFIL

O Quarteto de Cordas da UFF surgiu em 1984 por iniciativa do então reitor Raymundo José Martins Romêo. Com o sucesso do Coral da UFF e do conjunto Música Antiga, Romêo convidou o Quarteto Bosísio, do Rio de Janeiro, para expandir o leque de opções musicais oferecidas pela Universidade Federal Fluminense. A partir de 1985, o violoncelista David Chew, o violista Nayran Pessanha e os violinistas Paulo Bosísio e Paulo Keuffer passaram a se apresentar como os mais novos membros da área musical da universidade.

O conjunto tem em seu currículo uma vasta lista de apresentações no Brasil e no exterior, entre as quais estão estreias de obras para o público. A prioridade é para composições de músicos brasileiros, mas sem deixar de lado os clássicos europeus e as novas gerações de artistas latino-americanos.

Em sua formação atual, o Quarteto de Cordas da UFF é composto por Nayran Pessanha, David Chew e o violinista Ubiratã Rodrigues. A posição de primeiro violino, que já passou por Bosísio e por Ana Oliveira, é ocupada por músicos convidados.

MEMÓRIA

MARÇO
18 – Quarteto de Cordas UFF apresenta peças de Rodney Bennett, Mozart e Beethoven.
AGOSTO
20 a 22 – “Viagem na Música” apresenta Quarteto de Cordas, Coral e Música Antiga da UFF com Canto Gregoriano de 600 e 700 D.C., Bach, Beethoven, Mozart, Villa-Lobos, Período Renascentista e Medieval e outros no Paço Imperial.
OUTUBRO
05 – “Música na Universidade Brasileira” apresenta Quarteto de Cordas da UFF interpretando peças de Mozart, Beethoven, Nepomuceno e Leroy Anderson no Instituto de Biofísica da UFRJ.
JUNHO
16 – Concertos Dominicais, no Cine Arte UFF apresenta Quarteto de Cordas da UFF interpretando “Divertimento em Dó Maior, K.138”, de Mozart, “La Oracion Del Torero” de Joaquin Turina, “Adagio”, de Schostakowitsche, e “Quarteto O.P. 18, n. 6”, de Beethoven.
MAIO
21 a 13 de junho – Quarteto de Cordas da UFF abre a exposição “Arte do Campus”, com pinturas de Dircéa Magache e Ana Pako, fotografias de Paulo H. Borghes e poemas de Marcy Maiato no auditório da Faculdade de Educação.