Concertos

OSN POPULAR

Homenagem a Ary Barroso

Rafael Barros Castro
(maestro, pianista, compositor e arranjador)
Iniciou os estudos musicais durante a infância, aos oito anos de idade no IMCP (Instituto dos Meninos Cantores “Canarinhos” de Petrópolis), onde recebeu as primeiras lições de teoria musical, canto, flauta doce e piano. Durante a juventude prosseguiu os estudos de teoria, harmonia e piano, dedicando-se integralmente a música. Na Pro-Arte (RJ), formou-se em técnica de regência com Carlos Alberto Figueiredo, e os estudos de aperfeiçoamento em piano ficaram sob a orientação da pianista Maria Teresa Madeira. Ingressou na UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro), onde obteve o diploma de bacharel em regência orquestral na classe do Prof. Dr◦. Ricardo Tacuchian, e nesse mesmo período realizou estudos de piano e repertório de câmara com a Prof.Dra. Ruth Serrão. No ano de 2002 foi laureado com o prêmio Bianca Bianchi de música de câmara em Curitiba-PR, como pianista do Duo Dassié-Castro (violão e piano). Recebeu do maestro eslavo Anton Nanut primorosas lições sobre técnicas de regência e repertório orquestral, e com isso ampliou o seu repertório de obras sinfônicas que hoje compreende um grande número de sinfonias clássicas até os principais compositores do século XX.

Desde 2005 é maestro titular e diretor artístico da OSRJ – Orquestra de Solistas do Rio de Janeiro, e foi responsável pela estreia de importantes obras, com destaque para: Camargo Guarnieri (Cantata Colóquio), Xavier Benguerel (As sete Fábulas de La Fontaine), montagem completa da obra “A História do Soldado” de IgorStravinsky, com narração, cena e dança (Teatro Municipal do Rio de Janeiro, 2007). Com a OSRJ vem realizando um trabalho sólido de difusão e acesso a música de concerto nacional e internacional, e também da música popular brasileira. Regeu como maestro convidado a OSN – Orquestra Sinfônica Nacional (UFF), a Orquestra Sinfônica da UNIRIO, Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFRJ (ORSEM), e Orquestra do projeto Multiplicidade (Oi Futuro). Destaca-se também como compositor de obras clássicas e populares, com execução frequente no Brasil e no exterior. No cinema colaborou como arranjador no premiado curta metragem americano HYPERGLOT (2014). No ano de 2015 lançou o seu primeiro CD autoral intitulado Rafael Barros Castro, com participações de: Elba Ramalho, Danilo Caymmi, Wilson das Neves, Rody da Mangueira, Jaime Alem e OSRJ. Colaborou com a editora Irmãos Vitale como consultor técnico na edição do Manual Ilustrado dos Instrumentos Musicais, Ed. Irmãos Vitale, 2009.

PROGRAMA

RAFAEL BARROS CASTRO (1975)
Aquarela (Fantasia Orquestral sobre o tema da Aquarela do Brasil)

ARY BARROSO (1903-1964)
Isto aqui o que é

ARY BARROSO (1903-1964)
Pra machucar meu coração – Ary Barroso

ARY BARROSO (1903-1964) & LAMARTINE BABO (1904-1963)
No Rancho Fundo

ARY BARROSO (1903-1964)
No Tabuleiro da Baiana

ARY BARROSO (1903-1964)
Morena Boca de Ouro

ARY BARROSO (1903-1964)
Folha Morta

ARY BARROSO (1903-1964) & VINÍCIUS DE MORAES (1913-1980)
Rancho das Namoradas

ARY BARROSO (1903-1964)
Na Baixa do Sapateiro

ARY BARROSO (1903-1964)
É Luxo Só

17 de Abril de 2019
Quarta | 19h30
Teatro da UFF
Rua Miguel de Frias, 9 – Icaraí, Niterói
Ingressos: R$ 14 | R$ 7 (meia)