Skip to main content
UFF - Universidade Federal Fluminense

Notícias

<< Voltar

Geral

Centro de Artes UFF celebra 35 anos

Referência cultural e artística na cidade de Niterói, o Centro de Artes UFF completa 35 anos de existência. Para a comemoração deste aniversário, foi escolhida uma variada programação de qualidade dentro das áreas afins ao centro cultural, pertencente à Universidade Federal Fluminense (UFF). As atividades serão realizadas no próprio Centro de Artes UFF, na Rua Miguel de Frias, 9, em Icaraí, Niterói, entre os dias 22 de agosto e 10 de setembro.

Segundo o superintendente do Centro de Artes UFF, Leonardo Guelman, olhar para os 35 anos é lembrar o pioneirismo desse espaço na história do município e, mais do que isso, um momento para repensar a relação com o território e com a comunidade — tanto da própria universidade, quanto de seu entorno no estado do Rio.

“É o momento de juntar duas dimensões: a da nossa origem como Departamento de Difusão Cultural, com a vocação de difundir cultura; e a de um Centro de Artes, que congrega e circula relações e afetos, produzindo uma via dupla de conhecimento. Mais do que um centro cultural, estamos pensando como podemos ser um polo de cruzamento entre a produção acadêmica e a social. Para as próximas ações, a ideia é dialogar mais com a cidade e o estado, envolver estudantes e servidores dos diversos campi da UFF, incluindo coletivos e as diversas comunidades que estão se organizando a partir do foco nas artes, na cultura e na educação”, avalia Guelman. Nessa linha, segundo o gestor, serão lançados um sarau artístico e um edital de cultura voltado às produções estudantis e coletivos da UFF.

No dia 14 de agosto de 1982, com uma apresentação especial do consagrado ator Walmor Chagas (1930-2013), inaugurava-se o Teatro da UFF, no lugar em que, 35 anos antes, funcionara o Cassino Icarahy. Em seu palco, exibiam-se os grandes nomes do teatro, da dança, da MPB e da música clássica, proporcionando ao público de Niterói e cidades vizinhas a oportunidade de assistir o que havia de melhor no meio artístico, sem precisar se deslocar aos teatros cariocas. Naquele momento, o Teatro da UFF retomava a tradição do antigo Teatro Cassino Icarahy, do Hotel Balneário Cassino Icarahy, onde já haviam se exibido grandes ídolos nacionais como Carmem Miranda, Herivelto Martins, Linda e Dircinha Batista, Dalva de Oliveira e até atrações internacionais como o grupo americano The Platters.

Paralelamente à inauguração do Teatro, em agosto de 1982, também nascia a Galeria de Arte UFF, abrindo um lugar inovador para a produção e exposição de arte contemporânea, em pleno contexto da efervescência artística dos anos 80. A abertura destes dois novos espaços, complementares ao Cine Arte UFF, que já existia desde 1968 (no mesmo local onde funcionou o Cine Cassino), davam o suporte estrutural inicial ao complexo cultural que, alguns anos mais tarde, se concretizaria efetivamente com a transformação definitiva do antigo Departamento de Difusão Cultural para o atual Centro de Artes UFF. Desta forma, pode-se dizer que o surgimento da Galeria e do Teatro marcam também a origem do Centro de Artes, oficializado em 1994, com uma apresentação do deslumbrante espetáculo “Romeu e Julieta”, montado pelo Grupo Galpão, nos jardins da Reitoria da UFF, sob a direção de Gabriel Villela.

São 35 anos de existência e resistência, em meio a muitas crises passadas e presentes, com centenas de espetáculos apresentados, aplaudidos pelos públicos mais diversos. Nesse meio tempo, o centro incorporou aos seus quadros o Quarteto de Cordas da UFF (antigo Quarteto Bosísio, criado em 1984), o conjunto Música Antiga da UFF (criado em 1981), o Coral Jovem da UFF (criado em 1974, atualmente chamado de Coral da UFF) e a Orquestra Sinfônica Nacional UFF (criada em 1961 como parte integrante da Rádio MEC e incorporada à UFF em 1986).

Considerado um presente cultural para o público de Niterói e municípios vizinhos, o Centro de Artes UFF, localizado no prédio da Reitoria, é logo reconhecido como um dos melhores centros culturais do estado do Rio de Janeiro, tanto por seu moderno equipamento técnico de luz e som, quanto por sua programação variada e de qualidade.

O Centro de Artes UFF, que passou por uma grande e necessária reforma entre os anos de 2010 e 2014, mantém se hoje como ponto de convergência para todos os que apreciam bons espetáculos, não somente os que moram na cidade de Niterói, onde está localizado, mas também os habitantes das vizinhas São Gonçalo e Maricá. Em seu conjunto de espaços, reúne a Galeria de Arte UFF, o Espaço UFF de Fotografia, o Cine Arte UFF e o Teatro da UFF, realizando exposições, shows, concertos, ciclos cinematográficos, peças teatrais e outros programas voltados às mais variadas manifestações artísticas. Seus eventos focalizam o fazer e o pensar a arte, viabilizando, ainda, a realização de cursos, palestras, seminários, debates e workshops, entre outros.

WordPress Video Lightbox Plugin