Skip to main content
UFF - Universidade Federal Fluminense

Quarteto de Cordas da UFF

<< Voltar

A história do Quarteto de Cordas da UFF está fortemente atrelada ao violinista Paulo Bosisio. Iniciou-se na década de 1980 com a criação do Quarteto Bosísio no Rio de Janeiro, formado pelos músicos Paulo Bosísio e Paulo Keuffer (violinos), Nayran Pessanha (viola) e pelo inglês David Chew (violoncelo). Em 1984, por iniciativa do então reitor Raymundo José Martins Romêo, o quarteto foi incorporado à Universidade Federal Fluminense e seu nome foi alterado para Quarteto de Cordas da UFF. Com 35 anos de existência, o quarteto vem pesquisando e divulgando o repertório camerístico brasileiro sem abrir mão dos clássicos europeus e voltando o olhar para os compositores de gerações mais recentes da América Latina.

Nessa primeira formação, o quarteto apresentou-se nas mais importantes salas de concerto do Rio de Janeiro, como Theatro Municipal, Sala Cecília Meireles, Centro Cultural Banco do Brasil, Espaço Cultural BNDES e Centro Cultural Justiça Federal. Participou das Bienais de Música Contemporânea e Panorama da Música Brasileira, além de gravações para Rádio MEC. Em 1988, realizou concertos na Inglaterra e Escócia, ocasião na qual gravou um programa para a BBC de Londres com obras brasileiras. A sonoridade do quarteto ficou registrada no LP Heitor Villa-Lobos, lançado em 1987 pela BMG Ariola, onde consta a primeira gravação mundial do Quarteto nº 4, de Villa-Lobos.

Com a saída de Paulo Keuffer em 1991, foi admitido o violinista Ubiratã Rodrigues. Já Paulo Bosísio se afastou da universidade em 1996. Desde então, o primeiro violino foi ocupado pela musicista convidada Ana de Oliveira, que permaneceu no grupo até 2011, seguida pela alemã Karolin Broosch, que atuou entre 2012 e 2014. Nesse período, o quarteto realizou apresentações regulares na cidade de Niterói e Rio de Janeiro e uma série de concertos pelo Programa de Interiorização dos Grupos de Música da UFF, em várias cidades do estado do Rio de Janeiro onde a universidade mantém polos universitários e unidades de ensino, como Macaé, Rio das Ostras, Nova Friburgo e Miracema.

Em dezembro de 2016, Tomaz Soares uniu-se ao grupo assumindo o primeiro violino. Desde então, o quarteto apresenta-se regularmente nos espaços da universidade, principalmente no Teatro da UFF e Cine Arte UFF, assim como realiza uma série de concertos em parceria com Academia Brasileira de Letras. Dentre os destaques na trajetória do grupo há também as apresentações no projeto das quartas instrumentais do Espaço Cultural BNDES, com um dos concertos sendo gravado pela TV Brasil e exibido no Programa Partituras, em 2018. Vale mencionar ainda os concertos no Projeto Educativo Volta Redonda Cidade da Música (2018 e 2019) e a apresentação no Espaço Guiomar Novaes (2018). Em setembro de 2019, o grupo realizou quatro concertos em Londres, sendo um na Embaixada do Brasil, e dois concertos em igrejas de Colônia, na Alemanha. Nesse período o quarteto contou com atuação de Jessé Máximo Pereira na viola.

Com a aposentadoria de Nayran Pessanha e David Chew, as vagas em viola e violoncelo serão ocupadas por jovens músicos aprovados no concurso público realizado em dezembro de 2019.

  

1987 – LP Heitor Villa-Lobos, lançado pela BMG Ariola.

Clipping

 

Ástor Piazzolla (1921-1992) – Adiós Noniño – Versão para quarteto de cordas de Oswaldo Carvalho

 

Ludwig van Beethoven (1770-1827) – Quarteto de Cordas em Si bemol maior, Op. 18 no. 2 – Allegro

 

Ernst Mahle (1929) – Quarteto 1975 C92 – Moderato

  

WordPress Video Lightbox Plugin