Conteúdo Principal
UFF - Universidade Federal Fluminense
kuvars klinik dudak dolgusu ankara kolaybet en iyi casino siteleri vdcasino vdcasino giriş vdcasino sorunsuz giriş Sultanbet vdcasino yeni giriş gaziantep escort diyarbakır escort istanbul escort

Vozes, Vídeos e Corpos Negros - Teatro do Oprimido porque Vidas Pretas Importam

Sessões:
24/09 (Sex) 20:00

 

“...mesmo sem saber quem eu possa ser, pensam sobre mim tudo conhecer”
Bárbara Santos

Esse encontro se propõe a compartilhar recentes produções em vídeos realizadas pelo Centro de Teatro do Oprimido com moradoras e moradores de favelas do Rio e de Niterói expressando suas narrativas de forma estética através de seus corpos, suas vozes, músicas e poesias. Uma série de 4 vídeos curtos intitulados “Vozes da Favela”, e um vídeo da CriaDasOprimidas, com mulheres negras, serão o disparador da conversa em rede sobre resistência frente ao estado genocida.

Durante a conversa, atrizes e atores do Grupo de Teatro do Oprimido Cor do Brasil compartilham a vivência e o processo da performance “Suspeito”, que trata também do genocídio da população negra no Brasil.

GRUPO DE TEATRO DO OPRIMIDO COR DO BRASIL 

Cor do Brasil é um coletivo que reúne artistas-ativisitas negrxs – das artes cênicas (teatro e dança), das artes visuais (cinema e fotografia), das artes plásticas (cenografia e pintura), da música (erudita e popular), da literatura e da pesquisa acadêmica – interessados em aprofundar e ampliar a discussão pública sobre o racismo através da Arte. Fundado em 2010, o coletivo investe sua diversidade e cabedal criativo e intelectual em diversas produções artísticas. O coletivo produziu três espetáculos teatrais: Cor do Brasil (que deu origem ao grupo); Saco Preto e Suspeito. O coletivo tem na Estética do Oprimido, de Augusto Boal, a principal inspiração para suas produções estéticas. A dança negra é uma importante fonte de pesquisa e de expressão. Som e Ritmo é a base “textual”, os corpos falam através de movimentos coreografados pelo tema a ser abordado. A musicalidade se associa à linguagem não-verbal para uma comunicação imagética potente e criativa. A carreira internacional de Cor do Brasil se constitui de participação em importantes eventos internacionais como o III Festival de Artes Negras, em Dakar (Senegal, 2010) e o IV ELTO – Encontro Latino Americano de Teatro do Oprimido, em Matagalpa (Nicarágua, 2016). Em abril de 2019, o Grupo fez uma temporada em Los Angeles, Califórnia, EUA, no projeto Teatro Legislativo e Justiça Racial, em parceria com a Universidade da Califórnia de Los Angeles (UCLA). Cor do Brasil é um coletivo artístico-ativista do Centro de Teatro do Oprimido – CTO e ao Coletivo Madalena-Anastácia de mulheres negras.

Elenco Cor do Brasil: Alessandro Conceição, Maiara Carvalho, Rachel Nascimento, Fernanda Dias, Eloana Carolina Gentil, Carol Netto, Cachalote Mattos, Gabriel Horsth
Direção Artística: Bárbara Santos e Claudia Simone Oliveira

Ficha Técnica
Autoria - Criação Coletiva.
Direção e músicas - Alessandro Conceição e Bárbara Santos 
Direção musical - Raphael Pippa 
Elenco - Alessandro Conceição, Cachalote Mattos, Edson Ramos, Gabriel Horsth e Raphael Pippa


24 de setembro de 2021
Sexta | 20h
Transmissão via Youtube do Centro de Artes UFF

VÍDEO

Sem vídeos no momento

Você também pode gostar...

Procure outras atrações

0 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

WordPress Video Lightbox Plugin