Skip to main content
UFF - Universidade Federal Fluminense

Mostra Glauber

Ingressos a R$ 4

Sessões:
14/09 (Sex) 21:00 - 16/09 (Dom) 21:00 - 18/09 (Ter) 21:00
19/09 (Qua) 21:00

 

Logo após a morte de Glauber Rocha, em 1981, o professor João Luiz Vieira, do curso de Cinema da UFF, convocou seus alunos e, juntos, organizaram o Ciclo de Estudos Glauber Rocha, um grande evento reunindo seus filmes (incluindo o censurado e inédito História do Brasil) e várias mesas, que analisaram a obra de um dos maiores cineastas brasileiros. Esta mostra, nos 50 anos do nosso cinema, homenageia Glauber e também relembra esse momento tão especial, marco de uma nova fase na trajetória do Cine Arte UFF.

Dia 14, sexta, 21h

 

BARRAVENTO

Brasil, 1962, 80’, 12 anos
De Glauber Rocha
Com Antonio Pitanga, Luiza Maranhão, Lucy de Carvalho

Numa aldeia de pescadores de xeréu, cujos antepassados vieram da África como escravos, permanecem antigos cultos místicos ligados ao candomblé. Firmino é um antigo morador, que foi para Salvador na tentativa de escapar da pobreza. Ao retornar ele sente atração por Cota, ao mesmo tempo em que não consegue esquecer sua antiga paixão, Naína, que, por sua vez, gosta de Aruã. Firmino encomenda um despacho contra Aruã, que não é atingido. O alvo termina sendo a própria aldeia, que passa a ser impedida de pescar.

Dia 16, domingo, 21h

 

TERRA EM TRANSE

Brasil, 1967, 105’, 14 anos
De Glauber Rocha
Com Jardel Filho, Paulo Autran, José Lewgoy

O senador Porfírio Diaz detesta seu povo e pretende se tornar imperador de Eldorado, um país localizado na América do Sul. Porém, existem diversos homens que querem este poder e resolvem enfrentá-lo. Enquanto isso, o poeta e jornalista Paulo Martins, ao perceber as reais intenções de Diaz, muda de lado, abandonando seu antigo protetor. Prêmio da Crítica no Festival de Cannes 1967.

Dia 18, terça, 21h

 

DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL

Brasil, 1964, 110’, 14 anos
De Glauber Rocha
Com Geraldo Del Rey, Yoná Magalhães, Othon Bastos

Manuel é um vaqueiro que se revolta contra a exploração imposta pelo coronel Moraes, e acaba matando-o numa briga. Ele passa a ser perseguido por jagunços e foge com sua esposa, Rosa. O casal se junta aos seguidores do beato Sebastião, que promete o fim do sofrimento através do retorno a um catolicismo místico e ritual. Simultaneamente, Antônio das Mortes, um matador de aluguel a serviço da Igreja Católica e dos latifundiários da região, extermina os seguidores do beato. Grande Prêmio Latino-Americano no Festival de Mar Del Plata 1966.

Dia 19, quarta, 19h

 

O DRAGÃO DA MALDADE CONTRA O SANTO GUERREIRO

Brasil/França/Ale/EUA, 1969, 95’, 14 anos
De Glauber Rocha
Com Mauricio do Valle, Odete Lara, Othon Bastos

Continuação de “Deus e o Diabo na terra do sol”. Misturando cordel e ópera, esta aventura traz de volta o personagem Antônio das Mortes, que recebe a tarefa de eliminar um novo cangaceiro da região. No caminho, ele encontra diversos jagunços e coroneis, e se vê cara a cara com o povo do sertão e com as dificuldades enfrentadas pelos sertanejos, eventos que farão Antônio adquirir uma nova perspectiva de vida. Melhor Diretor e Prêmio da Crítica no Festival  de Cannes 1969.

nac 14

TRAILER

Sem vídeos no momento

Você também pode gostar...

Procure outras atrações

Notícias - Cinema

 


INGRESSOS

Inteira – R$ 16,00 | Meia – R$ 8,00
(Exceto segundas-feiras)

Segunda-feira  -R$ 5,00
(Promoção “Meia-entrada para todos”)

0 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

WordPress Video Lightbox Plugin