Skip to main content
UFF - Universidade Federal Fluminense

GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIRO

 

18 a 27 de agosto – Entrada franca

O Cine Arte UFF apresenta os finalistas nas categorias Longa-metragem de Ficção, Longa-metragem Documentário e Longa-metragem Estrangeiro, para que o público possa ver ou rever e participar da votação popular.

Link para a votação http://academiabrasileiradecinema.com.br/votopopular2017

 

Dia 18 – sexta-feira 16h40 MARIAS
18h30 ANIMAIS NOTURNOS
Dia 19 – sábado 16h40 CÍCERO DIAS, O COMPADRE DE PICASSO
18h30 ELIS
Dia 20 – domingo 16h40 MENINO 23: INFÂNCIAS PERDIDAS NO BRASIL
18h30 AQUARIUS
Dia 21 – segunda-feira 16h40 EU SOU CARLOS IMPERIAL
18h30 ANIMAIS NOTURNOS
Dia 22 – terça-feira 16h40 QUANTO TEMPO O TEMPO TEM
18h30 BOI NEON
Dia 23 – quarta-feira 16h40 CINEMA NOVO
18h30 A GAROTA DINAMARQUESA
Dia 25 – sexta-feira 19h CURUMIM
21h NISE — O CORAÇÃO DA LOUCURA
Dia 26 – sábado 19h MÃE SÓ HÁ UMA
21h AQUARIUS
Dia 27 – domingo 19h BOI NEON
21h ELIS

 

 

ANIMAIS NOTURNOS

Dia 18 – sexta-feira – 18h30 | Dia 21 – segunda-feira – 18h30

Nocturnal animals, EUA, 2016, 116`, 16 anos
De Tom Ford
Com Amy Adams, Jake Gyllenhaal, Michael Shannon, Armie Hammer

Susan é uma negociante de arte que se sente cada vez mais isolada do parceiro. Um dia, ela recebe um manuscrito de autoria de Edward, seu primeiro marido. Por sua vez, o trágico livro acompanha o personagem Tony Hastings, um homem que leva sua esposa e filha para tirar férias, mas o passeio toma um rumo violento ao cruzar o caminho de uma gangue. Durante a tensa leitura, Susan pensa sobre as razões de ter recebido o texto, descobre verdades dolorosas sobre si mesma e relembra traumas de seu relacionamento fracassado. Grande Prêmio do Júri no Festival de Veneza 2016 e Globo de Ouro de Ator Coadjuvante para Aaron Taylor-Johnson.

 

AQUARIUS

Dia 20 – domingo – 18h30 | Dia 26 – sábado – 21h

Brasil/França, 2016, 141’, 18 anos
De Kleber Mendonça Filho
Com Sonia Braga, Maeve Jinkings, Irandhir Santos, Humberto Carrão

Clara mora de frente para o mar no Aquarius, último prédio de estilo antigo da Av. Boa Viagem, no Recife. Jornalista aposentada e escritora, viúva com três filhos adultos e dona de um aconchegante apartamento repleto de discos e livros, ela irá enfrentar as investidas de uma construtora que tem outros planos para aquele terreno: demolir o Aquarius e dar lugar a um novo empreendimento. Melhor Atriz e Diretor nos Prêmios Fénix 2016, Melhor Filme no Festival de Sydney 2016, no Festival World Cinema Amsterdam, no Festival de Transatlantyk, Polônia, e no Festival de Cartagena 2017, Prêmio da Crítica e Melhor Atriz no Festival de Havana 2016, Prêmio do Júri e Melhor Atriz no 20º Festival de Cinema de Lima 2016, Prêmio do Público e Melhor Atriz no Festival de Mar del Plata 2016, Prêmio Especial do Júri e Melhor Atriz no Festival de Biarritz 2016 e Melhor Atriz nos Prêmios Platino de Cinema Ibero-americano 2017.

BOI NEON

Dia 22 – terça-feira – 18h30 | Dia 27 – domingo – 19h

Brasil/Uruguai/Holanda, 2015, 101´, 16 anos
De Gabriel Mascaro
Com Juliano Cazarré, Maeve Jinkings, Vinicius de Oliveira, Alyne Santana

Nos bastidores das vaquejadas, Iremar e um grupo de vaqueiros preparam os bois antes de soltá-los na arena. Levando a vida na estrada, o caminhão que transporta os bois é também a casa improvisada de Iremar e seus colegas de trabalho: Zé, Negão, Galega e sua filha Cacá. O cotidiano é intenso e visceral, mas algo inspira novas ambições em Iremar: a recente industrialização e o polo de confecção de roupas na região do semiárido nordestino. Deitado em sua rede na traseira do caminhão, sua cabeça divaga em sonhos de lantejoulas, tecidos requintados e croquis. O vaqueiro esboça novos desejos. Prêmio Especial do Júri – Mostra Horizontes no Festival de Veneza 2015, Melhor Filme, Roteiro, Fotografia e Atriz Coadjuvante (Alyne Santana) no Festival do Rio 2015, e Melhor Roteiro e Fotografia no Prêmio Fénix 2016.

 

CÍCERO DIAS, O COMPADRE DE PICASSO

Dia 19 – sábado – 16h40

Brasil, 2016, 79’, 10 anos
De Vladimir Carvalho

O pintor pernambucano Cicero Dias criou uma arte inigualável para o mundo. Próximo do modernismo e influenciado por artistas como Pablo Picasso, Fernand Léger e Joan Miró, ele marcou a história da arte brasileira.

 

CINEMA NOVO

Dia 23 – quarta-feira – 16h40

Brasil, 2016, 90’, 12 anos
De Eryk Rocha

Um ensaio poético, um olhar aprofundado e um retrato íntimo sobre o Cinema Novo, movimento cinematográfico brasileiro que colocou o Brasil no mapa do cinema mundial, lançou grandes diretores (como Glauber Rocha, Nelson Pereira dos Santos e Leon Hirszman) e criou uma estética única, essencial e visceral que mudou a história do cinema e a história do Brasil para sempre. Prêmio Olho de Ouro para o Melhor Documentário exibido no Festival de Cannes 2016.

 

CURUMIM

Dia 25 – sexta-feira – 19h

Brasil, 2016, 100’, 14 anos
De Marcos Prado

A vida de Marco “Curumim” Archer muda drasticamente quando os 13,5 quilos de cocaína escondidos em sua asa delta são descobertos pela polícia do Aeroporto Internacional de Jacarta, na Indonésia. Ele faz uma fuga espetacular e sai pela porta da frente do aeroporto. Depois de se esconder por 16 dias pelas ilhas paradisíacas da Indonésia, Marco é preso e condenado à morte. Doze anos depois, no dia 17 de janeiro de 2015, se tornou o primeiro brasileiro a ser executado por tráfico de drogas no mundo. “Curumim” oferece uma jornada íntima pela vida de um homem transgressor, carismático e irreverente, que escolheu viver intensamente a ilusão de que para ser amado pelos amigos e aceito pela sociedade, teria as drogas como sua maior moeda de troca.

ELIS

Dia 19 – sábado – 18h30 | Dia 27 – domingo – 21h

Brasil, 2016, 115’, 14 anos
De Hugo Prata
Com Andreia Horta, Caco Ciocler, Gustavo Machado

Cantora desde a infância, Elis Regina Carvalho Costa entra na vida adulta deixando o Rio Grande do Sul para espalhar seu talento pelo Brasil a partir do Rio de Janeiro. Em rápida ascensão, ela logo conquista uma legião de fãs, entre eles o famoso compositor e produtor Ronaldo Bôscoli, com quem acaba se casando. Estrela de TV, polêmica, intensa e briguenta, a “Pimentinha” não tarda a ser reconhecida como a maior voz do Brasil, em carreira marcada por altos e baixos. Prêmio do Público, Melhor Atriz e Montagem no Festival de Gramado 2016.

 

EU SOU CARLOS IMPERIAL

Dia 21 – segunda-feira – 16h40

Brasil, 2015, 90’, 16 anos
De Renato Terra e Ricardo Calil

Carlos Imperial (1935-1992) foi uma grande figura do cenário cultural brasileiro, dono de um faro preciso para descobrir talentos – como Roberto e Erasmo Carlos, Tim Maia, Wilson Simonal e Elis Regina. Sem procurar esconder o lado polêmico, traço mais marcante do produtor, o filme reconstitui uma trajetória repleta de ficção, realidade, lenda e memórias de vários que o conheceram.

A GAROTA DINAMARQUESA

Dia 23 – quarta-feira – 18h30

The danish girl, EUA/Reino Unido/Alemanha, 2015, 119’, 14 anos
De Tom Hooper
Com Eddie Redmayne, Alicia Vikander, Ben Wishaw

Cinebiografia de Lili Elbe, que nasceu Einar Mogens Wegener e foi a primeira pessoa a se submeter a uma cirurgia de mudança de sexo. Em foco, o relacionamento amoroso do pintor dinamarquês com Gerda e sua descoberta como mulher. Oscar de Atriz Coadjuvante.

 

 

MÃE SÓ HÁ UMA

Dia 26 – sábado – 19h

Brasil, 2016, 82′, 16 anos
De Anna Muylaert
Com Naomi Nero, Daniel Botelho, Daniela Nefussi, Matheus Nachtergaele

Pierre descobre que sua família não é biológica quando a polícia prende sua mãe. Quando é obrigado a morar com seus pais verdadeiros, que o conhecem como Felipe, a nova realidade faz com que o rapaz encontre finalmente sua real identidade. Prêmio Teddy da revista alemã Männer no Festival de Berlim 2016, Melhor Ator e Melhor Diretora no Festival de Valladolid, 2016.

 

MARIAS

Dia 18 – sexta-feira – 16h40

Brasil, 2015, 75’, Livre
De Joana Mariani

O documentário aborda as diferentes devoções e representações religiosas das Marias através das festas padroeiras por toda a América Latina. Apresenta também uma jornada pelo feminino, buscando todas as particularidades de cada culto que, mesmo destinados a uma única divindade, são bem distintos.

 

MENINO 23: INFÂNCIAS PERDIDAS NO BRASIL

Dia 20 – domingo – 16h40

Brasil, 2016, 80’, 10 anos
De Belisario Franca

O professor de História Sidney Aguilar descobre durante uma aula, por intermédio de uma aluna, algo assustador: tijolos marcados com a suástica, o símbolo nazista, em uma fazenda do interior de São Paulo. Determinado a descobrir a verdade por trás das peças, Sidney investiga e busca pistas para entender a fundo o que aconteceu naquele lugar. Através das memórias de um senhor negro que foi retirado há oitenta anos de um orfanato, junto com inúmeras outras crianças, para trabalho escravo na fazenda de uma família abastada de renome, vemos um mapa histórico do racismo e do triste flerte com o nazi-fascismo no Brasil. Melhor Documentário e Montagem no Cine Ceará 2016.

NISE — O CORAÇÃO DA LOUCURA

Dia 25 – sexta-feira – 21h

Brasil, 2015, 108’, 12 anos
De Roberto Berliner
Com Glória Pires, Simone Mazzer, Claudio Jaborandy, Flavio Bauraqui, Fabrício Boliveira

Ao voltar a trabalhar em um hospital psiquiátrico no subúrbio do Rio de Janeiro, após sair da prisão, a doutora Nise da Silveira propõe uma nova forma de tratamento aos pacientes que sofrem de esquizofrenia, que elimina o eletrochoque e a lobotomia. Seus colegas de trabalho discordam do seu método de tratamento e a isolam, restando a ela assumir o abandonado Setor de Terapia Ocupacional, onde dá início a uma nova forma de lidar com os pacientes, através do amor e da arte. Prêmio do Público de Melhor Filme no Festival do Rio 2015, Melhor Atriz e Grande Prêmio no Festival de Tóquio 2015, e Prêmio Panda de Melhor Filme no Festival BRICS de Cinema.

 

QUANTO TEMPO O TEMPO TEM

Dia 22 – terça-feira – 16h40

Brasil, 2015, 76’, Livre
De Adriana L. Dutra

Vive-se em tempos diferentes. Pensando nessa estrutura, a diretora propõe a seus entrevistados uma análise sobre o tema. Como resultado, o documentário oferece uma investigação sobre as principais linhas de nossa consciência sobre o passar das horas, um questionamento sobre a falta de tempo no mundo contemporâneo e uma reflexão sobre civilização e o futuro da existência humana.

Mostra leg livre

TRAILER

Sem vídeos no momento

Você também pode gostar...

Procure outras atrações

Notícias - Cinema

 


INGRESSOS

Inteira – R$ 14,00 | Meia – R$ 7,00
(Exceto segundas-feiras)

Segunda-feira  -R$ 4,00
(Promoção “Meia-entrada para todos”)

0 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Video Lightbox Plugin