ESCRITAS [IN]SIGNIFICANTES

Quando:
6 de abril de 2017@19:00 – 14 de maio de 2017@21:00
2017-04-06T19:00:00-03:00
2017-05-14T21:00:00-03:00
Custo
Grátis
ESCRITAS [IN]SIGNIFICANTES

A mostra coletiva Escritas (In)significantes reúne dez artistas plásticos e, nas palavras do curador Marcelo Reis de Mello, elas levantam a indagação de por que a poesia e a arte contemporâneas parecem estar muitas vezes mais próximas dos grafismos deixados há milhares de anos por Cro-Magnons e Neandertais do que dos grandes monumentos da “cultura ocidental”.

Parece haver um campo de forças entre a nossa sensibilidade e a pré-história da escrita, o instante em que primatas evoluídos começam a traçar ou gravar formas abstratas e rítmicas nas pedras e em ossos de grandes animais. (Escrita: scribo, scribere: marcar com estilo (ponteiro ou haste de metal). Daí nosso estilete).

O que pensar? Se, por um lado, vivenciamos o fracasso da comunicação humana (da Babel bíblica à barbárie produzida diariamente: terrorismo, grandes muros), por outro, há a impossibilidade de calar o testemunho (até o silêncio é tagarela).

Entre dois extremos, duas coerções? uma que obriga à fala; outra que a proíbe? a eclosão de um paroxismo, choque elétrico, a deriva (atopia) do gozo. Têxtase.
Por um lado, claro, há proliferação de significados. As escritas têm nome, têm tonalidades, têm, em suma, um ritmo.
Por outro lado há mutilação, diluição, apagamento: palavra inter-dita. Rastros do insignificante. In-significante onde atuam as duas possibilidades previstas pela gramática, a de negação e a de inclusão; de não-significante e de dentro-do-significante.

Entre estas ou estes artistas há tantos nexos quanto singularidades. Mas, antes que o nosso pungente desejo de decifração nos leve a fomentar sedutoras analogias, restitua-se à escrita um corpo erótico: que a esfinge (imagem viva) nos devore. Não sou eu precisamente aquilo que escapa à minha própria leitura? (Roland Barthes)
Os dez artistas participantes da mostra coletiva são Amanda Rocha, Ana Hupe, Karla Gravina, Khalil Andreozzi, Leila Danziger, Malu Pessoa Loeb, Nina Papaconstantinou, Rafa Éis, Rosana Ricalde e Vera Bernardes.

Galeria de Arte UFF
Inauguração 06 de abril – 19h
Visitação até 14 de maio de 2017
Entrada Franca
2ª a 6ª feira, das 10 às 21 horas
sábados e domingos das 13 às 21 horas