izmit escort , bursa escort bayan , ankara escort , eskisehir escort ,

Centro de Artes UFF

Em sessão do Cine Arte UFF, os cineastas Cezar Migliorin e Isaac Pipano discutem os meandros da educação

Um dos destaques da mostra “Inéditos… ou quase isso”, o documentário “Educação” discute caminhos para a educação no país, tanto no meio privado quanto dentro das propostas de políticas públicas. Logo após a única exibição, no dia 16 de maio, às 19h, os diretores Isaac Pipano e Cezar Migliorin debaterão essas questões com o público do no Cine Arte UFF, com entrada franca.

Cezar Migliorin conta, em entrevista, que a montagem de “Educação” produz associações que colocam o espectador no centro das disputas, poderes, discursos e resistências que atravessam a educação, mas sobretudo a escola, fazendo com que, ao assistir, o público transite entre formas discursivas variadas. Nos 50 minutos da obra, os diretores trazem conversas com personalidades como José Wilker, Aluísio Mercadante, Jorge Dória, Luciano Huck, Mario Sérgio Cortella, Indio da Costa e Dilma Roussef. Segundo Migliorin, a escolha se deu pela relevância de seus papéis na política e no mundo das artes e pelo fato de participarem, de alguma maneira, das questões ligadas à educação.

Há três anos à frente do projeto Inventar com a diferença, Isaac Pipano e Cezar Migliorin realizam formação de professores no campo do audiovisual em centenas de escolas Brasil afora. Para Migliorin, que é professor do Departamento de Cinema e Vídeo da UFF, há uma dimensão política no ato de aproximar cinema e educação que, na visão dele, tem sido algo bem sucedido em muitas escolas onde eles trabalham em todo o país. “A grande contribuição que o cinema pode dar para a educação está nas práticas em que alunos e professores produzem e veem cinema na escola. A centralidade da imagem como forma de pensar o mundo é algo que traz para a escola um tipo de experiência e engajamento que mobiliza alunos e professores e que os engaja, não somente com a escola, mas com toda a comunidade”.

“Os trabalhos que realizamos com cinema e educação acabaram nos aproximando muito dos debates e discussões sobre educação no Brasil e no mundo. Dois pontos ficaram claros nessas pesquisas. O primeiro é a capilaridade do tema. Em toda parte a educação é uma questão: nas empresas, no Estado, nas prisões, na bolsa de valores, na política, na igreja, nas ruas etc. Das mentes mais libertárias às instituições mais conservadoras, todos param para pensar e agir no campo da educação. O segundo é a facilidade com que se fala sobre educação. Todos os operadores – políticos, juízes, empresários etc – falam abertamente sobre o tema”, concluem os diretores, na apresentação do filme.

EDUCAÇÃO
Dia 16, terça, 19h – Exibição seguida de debate – Entrada franca
Brasil, 2017, 50`, livre
de Isaac Pipano e Cezar Migliorin
Cine Arte UFF – Rua Miguel de Frias, 9, Icaraí